Os nossos valores, a nossa forma de trabalhar

Estimados clientes:
Estimados interessados na GIGABAR:
Estimados trabalhadores:

Ao longo dos anos a GIGABAR forjou uma reputação impecável como um fornecedor de serviços competente e fiável.

A nossa evolução cheia de êxito é o reflexo da confiança que os nossos clientes, trabalhadores e sócios depositaram em nós. Além da prestação de serviços de qualidade e de uma equipa altamente comprometida, outra das regras mais importantes é o cumprimento diligente das disposições legais e de outras índoles, dos compromissos contratuais e das nossas próprias obrigações internas.

Trata-se de uma prática natural e já conhecida nesta empresa.

A globalização dos mercados e as informações, com consequente obrigação de transparência, trás consigo a criação de cada vez mais “standards” internacionais para combater, entre outros, a corrupção e as práticas desleais.

Como parte ativa do circuito comercial e dada a cada vez mais estreita e fiável colaboração com os nossos clientes, somos obrigados a documentar o bem fazer, inclusive dos fornecedores externos. A este respeito queremos definir umas diretrizes de boas práticas comuns á GIGABAR. Cabe destacar que com estas diretrizes não pretendemos impor novas obrigações. Trata-se de resumir e reforçar as normas e regras internas já existentes, assim de reconhecer todos os “standards” gerais aplicáveis.

Em primeiro lugar, é imprescindível que os nossos diretores sejam os primeiros a pôr em prática e a transmitir os valores aqui descritos, já que são a primeira pessoa a qual os seus trabalhadores acorrem para colocar questões sobre este tema.

Para o bem de todos os empregados, sócios e colaboradores da GIGABAR e com o fim de evitar más práticas, todos devemos reger-nos no nosso trabalho diário por estas diretrizes.

Shef Ymaj,
Gerente

O epicentro do nosso trabalho é o cliente.
Como fornecedor líder de serviços industriais, consideramo-nos um fornecedor de serviços globais, com um nível sempre crescente de competência e raízes profundas no sector dos serviços.

Permanecemos ao lado dos nossos clientes de forma leal, competente e efetiva, como um sócio no qual podem depositar a sua confiança. O nosso objetivo é acompanhar a cada um dos nossos numerosos clientes, com os seus pedidos individuais, ao longo do seu processo de criação de valor para prestar-lhes a melhor e mais inovadora assistência.

Valorizamos, cuidamos e incentivamos os nossos trabalhadores.
Somos um empregador responsável com os nossos trabalhadores e sempre os fazemos sentir como parte da equipa em cada tarefa individual que se lhes pedimos, porque somos conscientes de que são eles, com o seu esforço e a sua capacidade, os que tornam possível alcançar as soluções que os nossos clientes esperam de nós no dia a dia.

Perseguimos o êxito profissional com um alto nível de exigência e realismo.
Uns resultados bons e sustentáveis são garantia de futuro. Para a nossa empresa este é um requisito primário fundamental para o crescimento sustentável a longo prazo. Estamos convencidos de que é a melhor estratégia para poder investir, criar novos postos de trabalho e assumir uma maior responsabilidade a nível social. Assim não só se beneficiam os proprietários da nossa empresa, como também os nossos clientes e trabalhadores.

Comprometemo-nos a melhorar em matéria de sustentabilidade.
Desenvolvemos o nosso trabalho diário com o máximo nível de compromisso. Uma parte fundamental das nossas boas práticas empresariais é a relação responsável e cuidadosa entre nós, com a sociedade e com os recursos naturais.

O cimentar do nosso futuro assenta sobre o êxito de uma empresa familiar.
O desenvolvimento a longo prazo da nossa empresa baseia-se no nossos valores e longo historial de êxitos, assim como nas boas práticas empresariais e um financiamento sólido.

OS NOSSOS PRINCIPIOS

Controlo, colaboração e entrega
A tarefa dos nossos diretores é fomentar a iniciativa, a entrega de todos os trabalhadores e criar um elo de colaboração e construtivo a todos os níveis da empresa. Para isso é imprescindível dar cobertura ás exigências dos clientes ao mesmo tempo que se respeita a personalidade de cada um dos nossos trabalhadores.

Tolerância e respeito
Cada empregado tem a responsabilidade de criar um ambiente de trabalho tolerante e respeitador á sua volta. Não aceitamos nenhuma conduta que vá contra este preceito.

Igualdade de oportunidades e diversidade
Independentemente da raça, etnia, sexo, religião, deficiência física, idade e identidade sexual, todos e cada um dos trabalhadores da GIGABAR disfrutam das mesmas oportunidades de desenvolvimento profissional e pessoal. Como empresa que assinou a “Carta alemã da Diversidade”, consideramos a diversidade entre os nossos trabalhadores uma parte indispensável de uma estratégia pessoal equilibrada e progressista.

Conduta legítima
A nossa empresa esmera-se por cumprir todas as leis, disposições e regras internas com a máxima diligencia.

Decência e boas práticas
Em cumprimento de todas as disposições legais e formais, a conduta dos diretores e trabalhadores da nossa empresa rege-se pelos princípios gerais das boas práticas e decência. Isto implica a existência de confiança entre todos e uma relação com os outros como nos gostaríamos que nos tratassem a nós numa mesma situação. O respeito pela dignidade é imprescindível e uma das máximas para todas as pessoas que constituem esta empresa.

 

SAUDE E SEGURANÇA NO TRABALHO
Propusemo-nos a reduzir as altas taxas de doença e acidentes laborais e estamos comprometidos a fomentar o bem-estar físico e psíquico dos nossos trabalhadores. Assim como, também damos prioridade á integração laboral e ao cumprimento das diretrizes em matéria de horários, saúde e segurança no trabalho, com o fim de criar um ambiente laboral saudável e seguro para os nossos trabalhadores. A nossa política de segurança laboral proíbe terminantemente o consumo de álcool e drogas no posto de trabalho, assim como qualquer forma de violência ou abuso sexual. Oferecemos regularmente cursos de formação e instrução, dentro do definido no programa de desenvolvimento pessoal e verificamos a sua eficácia através de auditorias internas levadas a cabo pelo nosso departamento de gestão de qualidade.

PROTEÇÃO DO MEIO AMBIENTE E SUSTENTABILIDADE
O cumprimento da normativa DIN EN ISO 14001 em matéria de proteção do meio ambiente e sustentabilidade é una prática diária nas atividades da GIGABAR e um dos princípios fundamentais dos nossos processos de trabalho. O nosso leque de prestações como fornecedor de serviços globais é muito amplo e vai desde o cumprimento das políticas e disposições legais para a proteção do meio ambiente, passando pela utilização ecológica de meios de produção e trabalho, até ao aconselhamento em matéria energética. Estamos conscientes do impacto ambiental da nossa atividade e sentimo-nos obrigados a manter e melhorar o nosso equilíbrio ambiental para as gerações atuais e futuras.

Tentamos que todos os produtos que adquirimos sejam os mais sustentáveis possível. Os nossos objetivos económicos vão de mão dada com os nossos objetivos ecológicos e o nosso compromisso social.

 

GESTÃO DA QUALIDADE
A planificação, análise e avaliação sistemáticos dos nossos processos são ferramentas essenciais do sistema de gestão de qualidade da GIGABAR. O nosso sistema está assente na norma DIN EN ISO 9001 e submete todos os departamentos da empresa ao respeito da melhoria continua garantindo assim aos clientes o equilíbrio entre a obrigação a prestar serviços e a prestação desses serviços. Cumprimos todas as disposições desta norma, que está orientada para os processos de trabalho e poe os clientes, trabalhadores, sócios colaboradores no centro de toda a atividade.

RELAÇÃO CORRECTA COM SOCIOS E FORNECEDORES EXTERNOS
A qualidade e profissionalismo de que nos servimos para gerar valor adicional para os nossos clientes são claros distintivos dos nossos serviços. GIGABAR convence com os seus preços, prestações, qualidade e especialização. Todos os nossos trabalhadores tratam os sócios de forma justa e colaboram com as autoridades em conformidade com as leis vigentes e diretrizes internas aplicáveis. Documentamos de forma metódica e completa os resultados obtidos dos nossos serviços. Sempre cumprimos os nossos contratos e quaisquer modificações ás condições originais. A nossa empresa não engana nem exerce nenhuma influencia sobre a concorrência por meio de subornos, espionagem industrial, roubo nem coação. Do mesmo modo, tão-pouco permitimos nenhuma manipulação ilícita por parte de terceiros, sócios, as autoridades ou os trabalhadores.

CORRUPÇÃO
A integridade dos nossos serviços e empregados é de grande relevância para a reputação da nossa empresa. GIGABAR não tolera a corrupção, ou seja, o desvio intencional das obrigações normais de uma função oficial para o lucro privado, financeiro ou de outra índole.

Por isso, em relação aos nossos sócios e os organismos públicos, os interesses da empresa e os interesses privados dos trabalhadores são geridos de forma completamente independente por ambas partes. Os nossos negócios e decisões estão totalmente livres de considerações inapropriadas e de interesses pessoais. A nossa empresa nunca oferece, promete, concede nem aceita o pagamento de dinheiro a título pessoal a troco de preferências comerciais. Do mesmo modo, tão-pouco oferece nem aceita este tipo de subornos nos negócios com os nossos sócios. Aqueles trabalhadores que de forma corrupta e desonesta intentem subornar sócios ou funcionários ou que se deixem subornar por estes, deverão ser despedidos, independentemente das possíveis consequências penais dos seus atos.

 

GESTÃO DE OFERTAS E CONVITES
Só permitimos que se aceitem ofertas e convites quando se estime que sua finalidade, conjuntura financeira ou outros aspetos não pretendem manipular o destinatário na sua atividade ou tomada de decisões, nem pôr o destinatário num compromisso vinculativo. Os nossos brindes publicitários estão desenhados de tal modo que no suponham nenhum compromisso para o seu destinatário ao aceitá-los; além do mais, escolhem-se sempre de maneira a que se evite dar uma imagem de má fé ou de falta de correção.

Caso seja necessário, dever-se-á informar os superiores para conhecer a sua decisão a esse respeito.

As viagens, cartões oferta, entradas a eventos desportivos e culturais, convites para refeições, prestação de serviços, promoções e descontos, também se consideram ofertas válidas. No que se refere á oferta e aceitação de convites para eventos de carácter social geral (partidas desportivas, eventos culturais, receções oficiais, visitas a edifícios ou reuniões empresariais), só se consideraram válidas quando estejam claramente justificadas desde o ponto de vista empresarial, tenham um custo comedido e cumpram com os “standards” de vida da pessoa em questão.
Isto é igualmente aplicável a ofertas realizadas durante eventos profissionais (negociações, reuniões, visitas e demais eventos que sirvam para preparar o executar certas medidas empresariais), se entram dentro do habitual e cortês e se no seu rescaldo se supusesse uma falta ás normas de cortesia básicas. Os termos “justificado” e “comedido” devem entender-se á letra. Em caso de duvida, deve-se evitar aceitar e conservar as ofertas e convites. A este respeito deverão tomar-se medidas excecionais no caso de tratar-se de funcionários e autoridades públicas.

 

BRANQUEAMENTO DE CAPITAIS
A nossa empresa cumpre todas as disposições legais em matéria de branqueamento de capitais e nunca aceita nenhum negócio que implique a lavagem ou transferência do curso legal de fundos ou outros bens que provenham direta o indiretamente de atividades ilícitas.

 

EXPLORAÇÃO INFANTIL E CONTRATAÇÃO DE MENORES
A GIGABAR não tolera nem beneficia com a exploração infantil. A nossa idade mínima de contratação é igual ou superior aos 16 anos, se tiver a escolaridade mínima. No caso de trabalhadores menores de 18 anos, nunca serão atribuídas tarefas que possam pôr em perigo a sua saúde ou segurança.

 

DOAÇÕES E PATROCINIOS
A responsabilidade para com a sociedade forma parte da cultura empresarial da GIGABAR e é um reflexo dos nossos valores. O nosso compromisso social abarca todos os aspetos da nossa empresa e trabalhadores. Participamos em diferentes projetos, iniciativas e associações do mundo de la cultura, sociedade e desporto. Todos os patrocínios e doações realizam-se dentro do limite legal e estão reguladas pelos diretores e pelas pessoas responsáveis correspondentes dentro da empresa. Os destinatários e a finalidade das doações deverão constar num registro escrito e ser perfeitamente percetíveis.

 

CONDUTA COM A CONCORRENCIA
A nossa empresa está empenhada no cumprimento dos princípios da concorrência justa e transparente num mercado livre e global. Mantemo-nos afastados de qualquer prática ilegal e penal (p. ex. acordo de preços e ofertas contrarias á lei, etc.) que contribuam para impedir, limitar o distorcer a concorrência, assim como o intercambio de informações sobre empresas da concorrência e da discriminação de concorrentes. Proibimos terminantemente qualquer atividade ou acordo que condicione as condições ou preços de compra e venda, divida aos clientes ou as zonas de venda ou impeça a livre concorrência de maneira ilícita.

A lealdade entre sócios e trabalhadores é um principio fundamental da nossa filosofia empresarial. Com ela, evitamos qualquer situação em que os interesses pessoais ou financeiros de um individuo possam entrar em conflito com os da empresa. A este respeito, a GIGABAR espera uma conduta apropriada por parte dos diretores e trabalhadores.

No caso de existir uma relação com uma pessoa ou empresa que pudesse derivar num conflito de interesses (p. ex. parentescos, relações sentimentais, colaborações empresariais, etc.), os trabalhadores têm la obrigação de informar a empresa de imediato. As atividades que os trabalhadores realizam á margem da empresa não podem ir em detrimento desta última, de modo que deverão informar das mesmas por escrito e, se por acaso, necessitarem do nosso consentimento

A propriedade intelectual é um bem valioso que deve proteger-se contra o mau e a sua divulgação ilícita. Isto incluí segredos comerciais e demais informações confidenciais, independentemente de pertencerem diretamente á empresa ou aos seus sócios. Todos os nossos trabalhadores estão obrigados a guardar os segredos comerciais, assim como a não divulgar nem entregar nenhum documento nem informação confidencial de forma ilícita a terceiros. Este preceito é aplicável ao longo de toda a vigência do seu contrato laboral. Fica terminantemente proibido utilizar a propriedade de la empresa, incluindo os seus serviços e materiais fungíveis, equipamentos e demais bens empresariais, sem autorização expressa. Todos os trabalhadores são responsáveis do cuidado e correto uso da propriedade da empresa. Ainda assim, os diretores são as únicas pessoas de contacto para pedidos de informação para os meios de comunicação.
Os nossos trabalhadores não poderão revelar informações, salvo as que já sejam do domínio público. Por informações entende-se dados financeiros e operacionais, dados sobre clientes e demais dados relacionados com a atividade da nossa empresa e seus planos futuros. As informações digitais e os sistemas TIC da GIGABAR estão protegidos com um nível de segurança adequado, completo e correto. Os nossos trabalhadores estão obrigados a cumprir as leis e demais disposições e acordos internos referentes a dados de carácter pessoal de clientes, outros trabalhadores, etc. Os dados pessoais de pessoas físicas e jurídicas só se copiam, processam e utilizam na medida em que seja legal e necessário para a prestação dos nossos serviços. No caso de que trabalhadores nossos decidam publicar na Internet as suas opiniões sobre aspetos do seu trabalho, deverão faze-lo sem incumprir as diretrizes de boas práticas da GIGABAR e indicando expressamente que se trata do seu ponto de vista pessoal.
A GIGABAR compromete-se a informar os seus fornecedores e os seus sócios sobre os princípios das suas diretrizes de boas práticas, assim como a fomentar da melhor forma possível o seu cumprimento entre eles e a fazer com que baseiem as suas práticas nas ditas diretrizes, sempre que não disponham de outras similares.
O cumprimento das disposições legais e as regras internas da empresa é uma tarefa direta que todos os nossos trabalhadores devem realizar dentro da sua área de responsabilidade. Por elas, cada trabalhador deve controlar os resultados do seu trabalho e do trabalho do pessoal que se encontra sob seu comando, também assegurar-se de que tanto ele como os seus subordinados cumprem as normas e regras aplicáveis.

Desde alguns anos que realizamos outros controles internos dentro da gestão de riscos e da contabilidade financeira.

A cultura de ordem interna rege-se pela hierarquia de normas imposta pelo cliente. Todos os diretivos e trabalhadores da GIGABAR estão sujeitos ao cumprimento das leis, contratos e acordos de índole social e regulamentos e acordos de distribuição de índole comercial de forma expressa. Os contratos coletivos, acordos empresariais, regulamentos laborais e instruções de trabalho são vinculativos para a empresa, seus diretivos e seus trabalhadores. Como empresa em expansão num mercado dinâmico, perante nós apresenta-se o reto de examinar a nossa organização atual e o devido cumprimento das nossas diretrizes de boas práticas de forma permanente. Disso encarga-se a gerência da GIGABAR: adaptação e revisão continua destas normas, gestão da qualidade na sua implementação, análise dos possíveis riscos derivados da sua inobservância, elaboração de documentos que velem pelo seu cumprimento, etc.
Todos os trabalhadores têm direito a informar sobre qualquer caso suspeito que detetem, assim como a obrigação de notificar infrações contra as nossas diretrizes de boas práticas. Para tal podem-se pôr em contato com os seus superiores imediatos, a gerência ou o departamento de pessoal. Aqueles trabalhadores que notifiquem estes casos de boa fé e com base em indícios concretos não têm que temer represálias de nenhum tipo. Sempre que a lei o permita e seja factual, nos encargaremos de gerir estes avisos de forma totalmente confidencial. Além disso, também garantimos a proteção dos nossos trabalhadores contra acusações infundadas. As nossas diretrizes de boas práticas não pretendem alimentar a espionagem nem denegrir o dia a dia dos trabalhadores. Simplesmente decorrem praticamente de todos os indicadores de má conduta. Se se detetam indícios de condutas delativas, dever-se-á informar as autoridades competentes e tomar as medidas internas necessárias.

No caso do incumprimento destas diretrizes de boas práticas, os diretores responsáveis deverão pôr em marcha as medidas adequadas para aclarar a situação. A empresa sempre tentará gerir estes casos reiterando aos seus trabalhadores a relevância dos valores empresariais e concedendo-lhes a oportunidade de corrigir a sua conduta. Se esta solução não surtir efeito, procede-se á tomada de medidas disciplinarias o laborais permitidas dentro dos regulamentos vigentes. Dependendo da gravidade da infração, pode-se sancionar, arquivar, mudar de posto de trabalho ou inclusive despedir o trabalhador em questão.